decibel

Texto antigo

A supervisão dos sensores é feita através do Sistema de supervisão gráfica D162 GIII, composto de um aplicativo de computador com interface amigável, onde o front-end pode utilizar monitores de tamanhos grandes que concentram a imagem do local, monitorado via planta baixa ou fotografia aérea.

Os sensores perimetrais são representados em linhas destacadas na tela, denominadas setores, estes ficam na cor azul em uma situação não alarmada (sem invasão) e em uma intrusão sinalizam o setor em alarme na cor vermelha.

O sistema, em situação de alarme, registra histórico do evento, ativa sirenes, aciona holofotes, dispara eventos em sistema de câmeras, envia e-mails com descrição dos alarmes, e/ou aciona quaisquer dispositivos que possam ser acionados via contato seco.

O sistema mantém histórico de todos os eventos e pode ser configurado para uso personalizado de usuários, controlando a inibição de setores independente ou por programação horária e acionamentos em função de disparos.

 

Texto alterado

A supervisão dos sensores é realizada pelo Sistema de supervisão gráfica D162 GIII, composto por Unidades endereçáveis, Conversor RS232/RS485 e um aplicativo de computador, através de comunicação baseada em RS485 utilizando apenas um par de cabos ou comunicação sem fio (RF). O Sistema permite também a monitoração via EtherNet e Internet através da adição da Central de controle D169 G3, que gerencia até 50 Unidades endereçáveis com capacidade para 2 setores cada.

A tela do software apresenta a planta baixa ou fotografia aérea do local onde os sensores perimetrais e seus respectivos setores são representados por linhas destacadas. Cada estado do setor ou evento ocorrido altera a cor das linhas indicando ao operador sua condição atual e permitindo que o mesmo reaja imediatamente à situação. Alguns dos estados indicados são: Setor OK, Setor em alarme, Setor desligado, Setor desligado por horário, etc...

O Sistema permite que as intrusões ativem sirenes, acionem holofotes, disparem eventos em sistema de câmeras, enviem e-mails com descrição dos alarmes, e/ou acionem quaisquer dispositivos que possam ser acionados via contato seco.

O sistema mantém histórico de todos os eventos e pode ser configurado para uso personalizado de usuários, controlando a inibição de setores independente ou por programação horária e acionamentos em função de disparos.

 

 

   
 
Funcionalidades 
 
Pelo Software são realizadas as configurações gerais da Central que incluem a programação e controle de dispositivos remotos diversos de entrada e saída I/O, acionamento de holofotes ou sirenes, aviso de disparos via e-mail, como também, emissão de relatórios de todas as atividades realizadas.
O Software pode ser integrado ao sistema Digifort, o que permite no momento do disparo das barreiras I.V.A a captação de imagens do ponto violado e sua visualização automática pelo operador. 
 
COMUNICAÇÃO
 
A comunicação dos eventos de cada sensor  pode ser feita por rede RS485 (par de fios), fibra ótica (através de conversores), rede ethernet, WiFi, GSM/GPRS, comunicação RF e interligação física com fios e cabos em sistemas convencionais de alarmes.
 
 
Com Fio
 
Possui rede de comunicação endereçável RS485 que através de um único par de fios comporta até 1000 setores (utiliza infraestrutura), com isso põe fim à aquelas dificuldades para instalar redes em grandes perímetros, onde a grande quantidade de fios em longos trajetos tornam a instalação técnica e economicamente inviável.
Utiliza sensores com contatos por relê.
 
 
Sem Fio
 
Permite rede de comunicação Sem Fio através de RF e se complementa com a linha de sensores Muro Virtual DEC TOWER com alimentação por Energia Solar. Esta solução dispensa infraestrutura e reduz o tempo de implantação.


EtherNet e Internet - Diversas áreas em um único ambiente de monitoração

O aplicativo D162 G3 permite a associação de inúmeras Centrais D169 G3 incorporando várias áreas em um único ambiente de monitoração.
 
A Central de Controle D169 G3 recebe as informações sobre o estado das barreiras instaladas no perímetro, através de fios ou de RF, e se comunica com o aplicativo D162 G3 através de rede EtherNet ou da Internet via interface HTTP permitindo a supervisão das barreiras.
 
 
 
Barreiras compatíveis com o Sistema
 
Em sua rede pode ser instalado qualquer tipo de sensor ou equipamento que possua o contato de abertura e fechamento como: Barreiras IVA, Cercas Elétricas, Cabos Microfônicos, etc.
 
 
Nosso Sistema com tecnologia 100% nacional já está consolidado no mercado e é utilizado por diversos clientes em todo o Brasil. É ideal para o monitoramento de indústrias, portos, condomínios, aeroportos, usinas, etc. Clique na imagem abaixo e saiba mais!

 

Não há produtos para este departamento.